DETIDO O TERCEIRO SUSPEITO DE ATENTADO A BOMBA EM BANGUECOQUE

November 29, 2019 by No Comments

Muhammad Ilham Saeed, 28, foi levado de um centro de detenção no Sul Profundo para Bangkok para interrogatório na segunda-feira, depois que ele foi preso em um posto de controle de fronteira em Narathiwat em 5 de agosto.

A polícia disse que os investigadores acreditam que ele estava envolvido no plantio de um dispositivo explosivo na frente do Escritório do Secretário Permanente de Defesa em Sri Saman Road em 2 de agosto. Ele foi acusado de entregar a bomba para outro criminoso que, em seguida, realizou o ataque, antes que ele fugiu para a fronteira sul.

Quatro acusações devem ser feitas contra ele: cooperar em atividades criminosas, possuir dispositivos explosivos, tentativa de homicídio culposo e manusear dispositivos explosivos em espaços públicos.

Ele será o terceiro suspeito processado por supostamente conspirar nos ataques à bomba. A polícia apresentou as mesmas acusações contra dois homens do sul, Wildun Maha e Luai Sae-ngae, em 14 de agosto.

Vice-porta-voz da polícia coronel kritsana Pattanacharoen disse na segunda-feira que mandados até agora foram emitidos contra outros 13 homens acusados de estarem envolvidos nos ataques à bomba. Ele insistiu que os suspeitos não são bodes expiatórios e o processo de investigação está seguindo estritamente as evidências forenses.

Cinco mandados de prisão também foram emitidos para mais quatro homens na segunda-feira: Mayaki Malasing, 25 (dois mandados), Usman Jeteh, 30, Sattha Awae, 29, e Sukree Duramana, 25.

A prisão ocorreu apesar das alegações anteriores de funcionários de que a bomba em frente ao Escritório do Secretário Permanente de Defesa era apenas um holofote explodido. Khaosod repórteres ingleses na cena encontraram marcas de derrapagem de rolamentos de esferas, um componente comum de dispositivos explosivos improvisados.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *